#006 – 5 qualidades de um treinador

Nessa semana o assunto é o seguinte:

5 qualidades que um treinador deve ter. Na minha opinião ok? Existem muitas qualidades que um treinador pode ter mas essas 5 eu acho muito importantes para o treinador conseguir extrair todo o potencial do seu atleta.

Essas são as cinco qualidades , e no decorrer desse programa eu vou destrinchando melhor cada uma delas.

O treinador deve:

1. Conseguir motivar o atleta

2. Ter poder de adaptação

3. Se importar com o seu lutador

4. Conhecer o seu atleta

5. Saber ouvir

 

Desde que Rounda Rouse perdeu a luta pra Amanda Nunes

Está tendo muita especulação entre os fãs se ela volta lutar ou não.

Uns dizem que ela não volta e outros dizem que ela volta mas que ela devia trocar o treinador dela, porque o cara colocou na cabeça dela que ela tem condições de trocar boxe com melhores strikers da categoria.

Então o  questão que está sendo levantada ultimamente  é que o treinador da Ronda não é bom e que ele não ta fazendo um trabalho legal com ela e tal.

Mas será que a gente pode culpar um treinador pela derrota de um atleta?

Quando o Lutador está do ring ou no Octógono, ele está por conta própria. O máximo que o treinador pode fazer é instruir o atleta, lembrar o lutador o que ele treinou na academia , fazer com que o lutador mantenha a estratégia de luta traçada, Ou até mesmo mudar a estratégia durante o a luta caso o plano A não esteja funcionando. Mas no final das contas é o próprio lutador que está sentindo a luta na pele. É o lutador que pode tomar as decisões finais do que ele pode fazer ou não.

Quando se critica um treinador ou uma equipe pela derrota do lutador, Eu tenho que te fazer uma pergunta antes. Quando o lutador estava no topo, ganhando todas, fazendo ótimas apresentações, você achava  que a equipe era boa?

Se você achava que o treinador era bom quando o lutador estava ganhando e agora que ele está perdendo você acha o treinador ruin, então tem alguma coisa errada que pode não estar no treinador ou na equipe, mas sim um conjunto de coisas.  Concorda comigo?

Quando um lutador passa por uma fase ruim, geralmente as pessoas falam que o o cara tem que se aposentar ou se ele é muito novo,  falam para ele trocar de equipe. Mas só o lutador pode sentir o que realmente está acontecendo e tentar resolver esse problema.

Mas Vamos analizar aqui quais as características de um bom treinador. O que faz um treinador ser bom. O que faz ele ser um bom corner.

Cada treinador tem uma maneira específica de fazer corner. Uns falam mais, outros menos, uns xingam, batem na cara do lutador, alguns são mais calmos, uns só berram motivando e acelerando o lutador, outros são mais específicos, dão a instrução mais detalhada e mais clara.  É muito relativo dizer que o estilo de um treinador é melhor que o outro. Porque cada atleta de identifica e funciona melhor com um determinado estilo de corner.  Tem lutador que é muito acelerado se pegar um treinador acelerado vai fundir a cabeça do atleta. Tem Lutador que é muito passivo, meio apático até  e que precisa de um treinador com uma personalidade mais ativa.

Tem atleta que ja sabe o que fazer durante a luta mais precisa da motivação do treinador gritando no lado de fora. Tem atleta que em vez do treinador berrando, precisa de intrusões mais precisas. Enfim, Cada Atleta absorve melhor um determinado estilo de corner.

Vamos à alguns pontos que eu acho muito importante um treinador possuir.

1) Motivação : O treinador consegue me motivar? Essa pra mim é a qualidade mais importante antes de qualquer coisa. Não adianta o treinador ter conhecimento, experiência se ele não te inspira, se ele não serve como um modelo. Meu treinador tem que conseguir me colocar dentro da academia as 6 da manhã se for preciso quando eu gostaria de ficar embaixo do cobertor. Entente? Meu treinador precisa gerar essa motivação em mim de treinar duro e dar o meu melhor.

2) Poder de adaptação: cada lutador tem uma maneira diferente de absorver a instrução. Cada lutador tem uma personalidade, e cada personalidade precisa ser tratada de uma maneira diferente Tem lutador muito agressivo que o treinador precisa acalmar ele, tem lutador muito calmo que o treinador precisa acelerar, tem lutador que funciona na porrada, tem lutador que se tomar um bronca fica sentido e não rende mais nada e por ai vai. São muitos os casos e por isso o bom treinador precisa ter a capacidade de adaptação

3) Se importar com o atleta: O professor esta lá apenas por ele mesmo? Só para fazer Periscope, snapchat, live do facebook, hangout do youtube, history do Instagram , Status do WhatsApp ?hahhaa tem pouca opção para se aparecer.

Será que o treinador está lá só pela grana?

Ou ele está lá pra te treinar, para te passar tudo o que ele sabe,  tirar o melhor de você. O treinador tem que estar comigo, no momento bom e no momento ruin, naquela viagem de 3 dias de ônibus pra me levar pra lutar,  Pra treinar no hotel, no chão do quarto. Ele tem que entrar contigo na sauna me dando força enquanto eu corta o peso.

Ele tem que ser o primeiro a acreditar em mim e o ultimo a deixar o vestiário comigo quando eu perco aquela luta que estava ganha mas que eu não ouvi o que ele me falou ou que eu não executei o que praticamos mil vezes na academia. O bom treinador precisa ter a qualidade de estar com o atleta para o que der e vier.

4) Conhecer o seu atleta: O Treinador precisa conhecer as minhas qualidade e os meus defeitos.  Cada lutador tem um estilo de luta diferente, um é mais explosivo, outro é mais técnico, um é bom no boxe, outro no chute, outro no chão etc.

Existe também, os atributos físicos de cada atleta que influencia diretamente no estilo de luta de cada um.

Não só isso, o treinador precisa conseguir perceber o seu atleta no dia a dia para saber a dosagem de treino que a lutador precisa . As vezes é dia de sparring mas o lutador não passou bem na noite passada, dormiu mal, ou puxou muito no dia anterior, o treinador tem que ter essa  sensibilidade de perceber isso e ajustar a intensidade ou o tipo do treino que vai fazer no dia.

Outro fator importante é o estimulo de treino adaptado para cada atleta. Cada aluno responde melhor à um tipo de treinamento por isso essa é uma qualidade indispensável para um bom treinador.

5) Saber ouvir: Essa é uma qualidade adquirida nos últimos anos pelos treinadores. A pouco tempo atrás não existia diálogo entre o mestre e o aluno era My way or hiway né. Do meu jeito ou rua.

Sim, O treinador tem que ter pulso firme, acreditar no trabalho que ta fazendo, mas também saber ouvir uma sugestão ou dificuldade de um aluno ou de outro professor. Claro que Não tem como agradar a todos , se for dar ouvidos à todo mundo ai ferrou. Vai ouvir muita loucura também. Mas o bom senso tem que prevalecer e o bom professor precisa saber faltar o que vale e o que não vale e aprimorar o seu trabalho cada vez mais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *