#002 – Graduação de MuayThai no Brasil vale a pena?

A polêmica dos sistemas de graduação de Muay Thai no brasil.

A graduação de Muay Thai no Brasil  é motivo de ampla discussão que abrange confederações, professores e praticantes de Muay Thai de todo o país.

Essa questão envolve basicamente 3 lados, o lado das confederações que obviamente defendem a graduação como uma forma de regulamentação, padronização e controle do esporte, porém o trabalho desses órgãos não se mostra totalmente transparente.

Existe o lado dos professores, a maioria defende a graduação mas as vezes  preferem fazer  os exames de grau por conta própria sem a supervisão da Federação ou Confederação com a justificativa de que algumas federações só querem o dinheiro das academias e não trabalham para o crescimento do esporte.  E por fim, os alunos que são  diretamente afetados por essa discussão.

Sou a favor ou contra?

Antes de tudo quero dizer que sou 100% a favor da graduação, apesar de eu não ter participado de todos os exames de grau possíveis até a conquista da minha faixa preta.

Do grau branco até o grau preto são aproximadamente oito etapas (depende da confederação que você é filiado)  porém, eu peguei minha faixa preta em apenas quatro exames e hoje sou reconhecido Grau preto por três confederações diferentes.

O fato de eu pegar grau preto em poucas etapas é justificado pela grande quantidade de lutas profissionais que fiz durante a minha carreira de Muay Thai, mas é importante salientar que foram poucas ETAPAS e não pouco TEMPO.

O tempo que demorei para pegar meu grau preto foi de 4 anos e meio, um tempo médio que alguém que treina diariamente e com ritmo de competição leva para se graduar faixa preta.

Vantagens da graduação.

Costumo dizer para meus alunos que seguir uma graduação tem muitas vantagens, por si só as mudanças de grau devem ser encaradas como metas e metas são importantes para nos manter focados e motivados na dedicação dos treinos. Outra vantagem da graduação é a escalada e o reconhecimento hierárquico dentro da turma ou academia.

Reconhecimento.

Não tem nada mais prazeroso do que ser reconhecido e respeitado por colegas e alunos. Quando você olha o Cruang ou Prajied preto no braço de um praticante ou professor, você ja sabe que essa pessoa trilhou um bom caminho para estar ali, muitas vezes esse caminho foi dolorido e desgastante.

Muay Thai como qualidade de vida.

Outra vantagem da graduação é que 99% dos alunos não querem seguir carreira com  a luta, eles praticam Muay Thai especialmente pelo prazer que a atividade proporciona e pela qualidade de vida. Muitos não tem a pretenção de disputar sequer uma medalha em algum campeonato amador, portanto, a gradução vai registrar para sempre a sua trajetória dentro da arte marcial independente se você venceu campeonatos ou não. Ou seja, independente de ter disputado um título mundial ou apenas ter praticado a arte marcial por prazer,  você será reconhecido pela sua experiência.

A graduação precisa ser uma recompensa pelo esforço, dedicação e melhora do aluno dentro e fora do academia.  Uma cerimonia de gradução deve ter seu objetivo principal fundamentado na filosofia de Jigoro Kano que usava a graduação dos alunos como uma recompensa pela melhora do indivíduo fisicamente, tecnicamente e principalmente moralmente.

Sobre as confederações Brasileiras e suas metodologias eu vou falar em um post mais adiante, agora clique aqui nesse link ******  para fazer download de um infográfico com  as cores que cada Confederação adota para a graduação de seus filiados.

Se esse post foi útil para você, curta, compartilhe esse com seus amigos e comente abaixo deixando sua opinião, crítica ou sugestão para novos posts.

Abraço de até o próximo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *